12 itens que você toca todos os dias, mas se esquece de limpar

8 de abril de 2020

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Agora que você já sabe que desinfetar sua casa, lavar suas mãos e manter o distanciamento social podem ajudar a retardar a propagação do COVID-19, tente ir um pouco além e conheça outros utensílios domésticos que não podem ser esquecidos na luta contra o coronavírus.

Segundo pesquisa divulgada pelo o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH) o novo coronavírus “foi detectável em aerossóis por até três horas. Além disso, estima-se que o SARS-CoV-2 possa viver em cobre por até quatro horas, em papelão por até 24 horas e em plástico e aço inoxidável por dois ou três dias”. Com base nessas descobertas, você deve tomar precauções extras quando se trata de itens que está trazendo para dentro de casa ou tocando quando está fora. As moedas, por exemplo, devem ser evitadas. Tente pagar suas compras por novas tecnologias sem contato. Se não tiver nenhuma delas à mão, utilize seu cartão de crédito ou débito (que pode ser higienizado) o máximo possível. Você também deve considerar abrir embalagens de papelão fora de casa, descartá-las corretamente e lavar as mãos imediatamente depois. Outra medida essencial é limpar qualquer coisa que seja de plástico ou aço inoxidável, incluindo mantimentos embalados nesses itens.

12 itens que você deve limpar agora mesmo

Embora você provavelmente já seja um profissional na limpeza de seu celular, bancada e banheiro, aqui vão algumas dicas de 12 objetos que geralmente são esquecidos, mas que é muito importante limpar:

  • Maçanetas;
  • Interruptores;
  • Caixa de correio; ⁠
  • Controles remotos;
  • Terminal do interfone;
  • Puxadores de armários ou gavetas;
  • Puxador da geladeira, fogão e micro-ondas;
  • Botão ou válvula de descarga do vaso sanitário;
  • Painéis de comando como o do micro-ondas e geladeira;
  • Embalagens de quaisquer suprimentos trazidos da rua;
  • Itens do carro incluindo volante, câmbio, botões e tela do navegador de bordo e do ar-condicionado, maçaneta da porta e chaves;
  • Rodapés no chão (esse item é especialmente importante se você tiver crianças pequenas em casa. Principalmente aquelas que estão na fase de engatinhar).

Com qual frequência a limpeza deve ser feita?

Se você não sai com muita frequência, higienizar uma vez por dia é o suficiente. Caso tenha que sair, limpe tudo o que trouxer com você imediatamente antes de guardar e depois lave as mãos. Se você tem família ou muitas pessoas transitando pela casa, é preciso desinfetar os objetos várias vezes ao dia, especialmente se houver alguém doente com COVID-19. A chave são as áreas de alto contato, por isso certifique-se de limpar tudo o que é tocado com frequência.

E se não encontrar produtos de limpeza nas lojas?

Se as prateleiras do mercado estiverem vazias e você não souber como obter produtos de limpeza de outros estabelecimentos, há ainda algumas coisas que pode fazer.

Primeiro, use o que já tem em sua casa. Provavelmente, você tem soluções de limpeza e desinfecção espalhados por aí. Outra medida é ligar para as lojas locais e perguntar quando os itens serão reabastecidos. Os funcionários devem poder indicar quando as remessas chegarão.

Você também pode fazer sua própria solução desinfetante se tiver alvejante. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) recomenda misturar 1 medida de água sanitária (hipoclorito de sódio) a 3 medidas de água para obter uma solução de limpeza eficaz. Se você não encontrar álcool em gel para as mãos, basta lavá-las com água e sabão.

Essas dicas são o suficiente para evitar o coronavírus?

“Apesar das recomendações, vale ressaltar que as superfícies infectadas não são consideradas a principal forma de propagação do vírus”, diz o CDC. Acredita-se que o contágio principal se dê de pessoa a pessoa. Portanto, embora essas precauções sejam definitivamente importantes, outras formas de se defender contra o COVID-19 que devem ser respeitadas são as já conhecidas: evitar aqueles que estão doentes ou com suspeita de contaminação, lavar bem as mãos com água e sabão por pelo menos 40 segundos, manter o distanciamento social e parar de tocar o rosto com as mãos sem higienizar.

Revisado clinicamente em março de 2020.

Fontes:

Anthony S. Fauci, MD, H. Clifford Lane, MD, e Robert R. Redfield, MD “Covid-19 – Navegando no desconhecido”. New England Journal of Medicine. Fevereiro de 2020.

Journal of Hospital Infection. “Persistência do coronavírus em superfícies inanimadas e sua inativação com agentes biocidas.”

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). “Recomendações provisórias para famílias com suspeita / doença confirmada de coronavírus 2019.”

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). “Coronavírus 2019 (COVID-19): Prevenção e tratamento.”[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]