Entenda o papel da enfermagem no atendimento hospitalar

20 de julho de 2022

A enfermagem é uma categoria fundamental para os serviços de saúde. Seja para auxiliar os profissionais da medicina, seja para fornecer assistência aos pacientes, essa equipe é indispensável no atendimento hospitalar.

Apesar de cumprir funções tão importantes, as profissões ligadas à área sofrem grande desvalorização. Neste artigo, chamamos a atenção para o papel da enfermagem e o valor desses profissionais para o hospital. Além disso, listamos dicas para reconhecer esses colaboradores. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Qual é a relação entre a enfermagem e o atendimento hospitalar?

O hospital é composto por diferentes serviços, desde o pronto socorro e o atendimento ambulatorial até os exames e a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Cada um desses processos tem um funcionamento e um nível de complexidade. E a enfermagem está presente em todos eles.

A equipe é composta por enfermeiros, técnicos, auxiliares, parteiros e doulas. Entre esses profissionais, o enfermeiro é o responsável por fornecer orientações e coordenar os demais, já que tem a formação mais ampla por meio do curso superior. A seguir, explicamos as atividades atribuídas à equipe de enfermagem. Confira!

Qual é o papel da enfermagem no atendimento hospitalar?

O trabalho da enfermagem começa no atendimento pré-hospitalar. Quando o paciente precisa de uma ambulância, profissionais da equipe o acompanham no trajeto até o hospital. Nesse percurso, o papel da equipe pode incluir o suporte avançado de vida, a avaliação do quadro e a prevenção de complicações, a definição de prioridades e até o início de procedimentos e intervenções, se necessário.

No hospital, as atividades variam conforme o setor em questão. A enfermagem atua na linha de frente, recebendo os pacientes que chegam ao pronto socorro. A equipe faz exames preliminares e presta os primeiros cuidados, preparando o paciente para o contato com o médico.

Nos demais setores, os profissionais assistem continuamente aos pacientes, cuidando, inclusive, dos casos críticos na UTI. Entre as atividades do dia a dia, estão:

  • inserção de cateter;
  • sondagem;
  • injeção e controle de medicamentos;
  • auxílio para banhos e higiene pessoal;
  • avaliação de feridas;
  • assistência para os partos.

A enfermagem acompanha os pacientes e a evolução dos quadros de cada um deles. O trabalho desses profissionais é essencial para a atuação do médico, dando o suporte necessário, mantendo os procedimentos durante a internação e fornecendo informações fundamentais sobre o andamento dos casos.

Além disso, a enfermagem também pode envolver funções estratégicas e administrativas. O enfermeiro planeja, avalia e organiza a atuação da equipe, supervisionando os auxiliares e técnicos, além de contribuir para a contratação de novos profissionais.

Qual é a importância da valorização da enfermagem no hospital?

A enfermagem é indispensável para o trabalho hospitalar. Os profissionais da área mantêm os cuidados funcionando, com tarefas fundamentais para a saúde — e até para a sobrevivência — dos pacientes. Segundo o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), estima-se que esses profissionais sejam responsáveis por cerca de 90% dos processos de cuidado.

A importância da categoria ficou ainda mais clara na pandemia de COVID-19, quando a enfermagem mais uma vez foi para a linha de frente — desde o momento mais crítico desse cenário. Apesar da extrema necessidade dessa equipe, porém, a área ainda sofre grande desvalorização. Acredita-se que o papel desses profissionais é inferior ao dos médicos, quando, na realidade, as áreas são complementares. 

São vários os desafios enfrentados no dia a dia, desde questões salariais até o esgotamento físico e mental. Esses obstáculos prejudicam a qualidade de vida e a própria saúde dos profissionais, afetando negativamente no exercício do trabalho. Quanto mais valorizado, melhor é o desempenho e o andamento de todo o atendimento hospitalar.

Como valorizar o profissional de enfermagem?

A valorização deve ser aplicada em ações práticas e efetivas. Além de campanhas de agradecimento — essenciais para mostrar apoio e reconhecimento —, é preciso ajustar as condições de atuação, construindo um cenário mais positivo e humanizado.

A seguir, listamos as principais medidas que farão toda a diferença nesse contexto. Confira!

Investimento na saúde e na segurança do trabalho

Os profissionais da enfermagem se expõem diariamente aos mais diversos casos clínicos, correndo riscos de infecção e contágio, por exemplo. Isso se dá pelo contato direto com o paciente ou com materiais utilizados nos atendimentos, como agulhas, lençóis e cateteres. É fundamental, portanto, fornecer bons treinamentos e equipamentos adequados, em qualidade e quantidade suficientes para a equipe.

Além disso, a saúde física é afetada pelo sono desregulado e pelo esforço realizado — para carregar os pacientes ou manejá-los nos leitos, por exemplo. Logo, é necessário fornecer os cuidados certos, benefícios especiais e reduzir as jornadas de trabalho, promovendo uma melhor qualidade de vida. Quando isso for aplicado, será possível, inclusive, diminuir recorrência nas internações desses mesmos profissionais.

Acolhimento e cuidado com a saúde mental

Não podemos deixar de falar da saúde mental desses profissionais. A enfermagem tem contato com todo o sofrimento do paciente, acompanhando-o junto à família nos momentos mais delicados. As situações têm extrema carga emocional, envolvendo traumas que chegam ao pronto socorro e até o luto pelos casos terminais.

Assim, é essencial fornecer apoio psicológico, além de cuidar do cansaço mental. O acolhimento e o cuidado com a saúde psicológica devem ser constantes no dia a dia.

Ampliação do quadro de profissionais e aumento salarial

Esse é outro passo muito importante para cuidar dos profissionais e otimizar o atendimento hospitalar. Quanto mais membros a equipe de enfermagem tiver, melhor será a organização de horários e a distribuição de tarefas, aliviando a carga física e emocional do dia a dia. É necessário, ainda, expressar a valorização por meio salários. Isso porque, a remuneração muitas vezes não corresponde aos desafios e à importância das funções realizadas.

Agora você conhece mais sobre a realidade de uma equipe de enfermagem, assim como a necessidade de valorizar os integrantes dela. Com os investimentos certos nessa área, o hospital verá resultados cada vez mais positivos, tanto nos tratamentos quanto na satisfação e na experiência dos pacientes.

Esperamos que você tenha gostado do conteúdo! Para otimizar ainda mais a gestão do hospital, confira o nosso artigo sobre os indicadores de qualidade hospitalar!