Entenda a importância do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar

4 de abril de 2022

Acompanhar indicadores é essencial para qualquer empresa. É isso que aponta falhas, riscos e investimentos bem-sucedidos, orientando o negócio em seu desenvolvimento. Para além de uma análise interna, porém, as operadoras contam com uma avaliação anual da ANS: o Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS).

O processo analisa a situação atual de todas as operadoras ativas, indicando a qualidade e a adequação de seus serviços. Os resultados são de grande importância para as empresas e para os seus clientes, ajudando na tomada de decisão e no crescimento de forma geral.

No artigo de hoje, você vai entender o que é o IDSS e quais são os seus impactos, além de conferir dicas para elevar a sua nota. Continue com a leitura e saiba mais!

O que é o Índice de Desempenho da Saúde Suplementar?

O IDSS é uma avaliação criada pela ANS (Agência Nacional da Saúde Suplementar). A partir da análise de diversos indicadores, a Agência atribui uma nota a cada instituição, de modo que toda operadora precisa participar para se manter regularizada.

Os indicadores se dividem em quatro categorias:

  • Qualidade em atenção à saúde — avalia a qualidade do atendimento, a promoção e a prevenção na saúde;
  • Garantia de acesso — leva em conta parcerias estabelecidas com prestadores, garantindo acesso à emergência, urgência e demais serviços necessários;
  • Sustentabilidade de mercado — considera aspectos financeiros e a satisfação dos usuários;
  • Gestão de processos e regulação — avalia o cumprimento de obrigações e questões administrativas.

Para a avaliação, as empresas devem enviar informações periodicamente à ANS, por meio dos sistemas designados. A nota é divulgada primeiramente às operadoras, que têm a chance de recorrer, se necessário. Depois, os resultados são divulgados para o público geral. O processo é repetido anualmente.

Para que serve o IDSS?

A nota do IDSS é um parâmetro relativo à competência de cada instituição. Por meio dela, os clientes têm uma base mais sólida para tomar decisões, pois o índice aponta o desempenho de cada operadora a partir de normas específicas e bem definidas. 

Assim, além de levar em conta os preços e sua própria experiência no atendimento, uma pessoa ainda pode considerar a nota na hora contratar um plano. As empresas devem deixar seu resultado exposto em seu site, para que os clientes possam conferir.

Qual é a importância do IDSS para as operadoras de saúde?

O IDSS ajuda a operadora a melhorar continuamente. Por meio dos resultados, é possível perceber falhas que ainda não estavam tão claras e identificar áreas que demandam investimento, por exemplo. Para além disso, é um incentivo a manter-se dentro das normas e a ter uma boa gestão de dados, já que as informações devem ser enviadas corretamente para a avaliação.

Uma boa nota reflete na captação de clientes e até na atração de profissionais, favorecendo a imagem e o crescimento do seu negócio. Assim, a importância desse índice vai desde a regularização até a reputação de uma empresa no mercado.

Como aumentar o desempenho das operadoras de saúde?

Para garantir uma boa nota ou melhorar sua avaliação, existem alguns cuidados que a operadora pode tomar. Além de se manter fiel às diretrizes da ANS, alguns recursos e estratégias favorecem seu desempenho. Confira as nossas dicas! 

Tenha uma boa gestão de informações

Como já mencionamos, a gestão de informações é essencial para o IDSS. Os dados devem ser enviados de forma clara e completa, exigindo da operadora um bom armazenamento e um registro adequado. Para ajudar nesse cenário, uma boa opção é contar com um sistema de gestão integrada, por meio do qual é possível gerenciar cada setor do negócio de forma prática, fácil e segura. 

Se os dados estão no mesmo lugar, com a mesma linguagem e maior facilidade de cruzamento, o envio à ANS se torna mais descomplicado. O sistema ainda ajuda a otimizar o dia a dia e a gestão geral da operadora, pois conecta as atividades, traz análises mais eficazes e torna o trabalho mais fluido.

Faça o melhor por seus clientes

A qualidade dos seus serviços é essencial para uma boa avaliação. Por isso, é importante focar na experiência do contratante e em uma boa gestão de vida, conhecendo público, riscos, tendências e necessidades. Invista em humanização, preparando a equipe para uma escuta verdadeira e qualificada. Tenha planos que realmente sejam adequados às demandas e à realidade dos clientes, levando em conta suas queixas e opiniões.

Construa uma boa relação com seus prestadores

Para realmente oferecer o melhor aos seus clientes, é preciso ter uma boa relação com os hospitais, clínicas e profissionais que fazem parte dos seus planos de saúde. Quando não há uma boa comunicação entre a operadora e o prestador, os clientes têm mais dificuldades para utilizar os serviços, o que gera frustração e até afeta o seu quadro clínico.

Em um caso onde a sinistralidade é frequente, por exemplo, os profissionais se desmotivam e a qualidade do atendimento cai. Assim, busque estratégias em conjunto, seja transparente e cultive boas práticas. Além disso, escolha parcerias realmente qualificadas, com boas opções de serviço e que cubram todas as necessidades do seu público. Dessa forma, seu desempenho é elevado. 

Invista em tecnologia

A tecnologia melhora processos, otimiza o dia a dia e favorece a qualidade. Com ela, os erros são reduzidos e o ambiente de trabalho fica mais leve, permitindo um melhor olhar para os clientes. Invista em recursos para os registros e as questões burocráticas, assim como em ferramentas para o próprio atendimento, como os canais online, por exemplo.

Ofereça soluções inovadoras, como planos que contemplam os serviços da telemedicina e da medicina personalizada. Assim, você fornece opções mais vantajosas, atrativas e satisfatórias ao público, melhorando o acesso à saúde e sua reputação no mercado. 

Agora você já sabe como se destacar no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar. Identifique os pontos fortes e fracos do seu negócio, faça um bom planejamento e se prepare para a próxima avaliação!

Esperamos que tenha gostado do conteúdo. Agora, para expandir ainda mais as coberturas dos seus planos, venha compreender a importância do nutricionista na atenção primária!

Panorama sobre os custos da obesidade para o sistema de saúde brasileiro