Como ir às comprar com segurança durante a pandemia

29 de abril de 2020

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Reduza qualquer risco de infecção com estas dicas preventivas.

Que o isolamento social é necessário para evitar a disseminação da COVID-19, isso você já sabe. Mas e se precisar sair para comprar mantimentos ou buscar algum medicamento na farmácia? Que precauções deve tomar para evitar doenças ao adquirir esses ou outros itens essenciais? As dicas a seguir podem te ajudar a reduzir o risco de infecção, mas vale sempre ressaltar: só saia quando for absolutamente necessário.

Encomende online se puder

A principal forma de contágio pela COVID-19 é de pessoa para pessoa pelo ar ou por contato direto. Por isso, que tal experimentar serviços de entrega por aplicativo? O pedido de mantimentos pela internet minimiza bastante qualquer interação com outros e, consequentemente, a possibilidade de se expor ao vírus.  Essa prática pode ser um pouco mais cara que o supermercado comum, mas a comodidade de não precisar pegar o carro e escolher os produtos que levará para casa compensa a despesa extra.

Você também pode solicitar o serviço delivery do próprio mercado. Inúmeras redes varejistas e até mercearias locais oferecem essa modalidade de entrega. Contudo, ao escolher a opção, certifique-se dos prazos disponíveis. Devido à grande procura, pode levar vários dias para receber suas compras. No entanto, se for organizado e antecipar o pedido, garantirá que os produtos de que precisa cheguem no prazo que desejar.

Outra alternativa à entrega é a coleta na calçada. Alguns mercados lançaram essa modalidade que logo foi adotada até por feirantes. Você faz o pedido on-line da mesma forma que faria para a entrega e, em seguida, estaciona nas áreas demarcadas do supermercado ou na rua, próximo da barraca que fez a encomenda, para pegar suas compras. É o próprio funcionário do local que carrega o porta-malas. Você só precisa higienizar as embalagens ao tirá-las do carro.

Não fique muito tempo na rua

Se realmente precisar se aventurar no mercado ou farmácia, vá sozinho e evite os horários de maior movimento. A maneira mais fácil de descobrir quais são essas lacunas é pesquisar no Google a loja e sua localização. Para muitos estabelecimentos, aparecerá uma caixa detalhando o volume de visitantes a cada hora. Um rápido telefonema para o atendimento ao cliente também pode ajudar.

Como os adultos acima de 65 anos e doentes crônicos são considerados um grupo de risco, diversos comércios essenciais criaram horários de compras reservados para eles. Esse período é geralmente no início da manhã, entre 6h e 9h, mas para ter certeza confirme no site da loja ou no SAC.

Antes de ir às compras, também é importante escrever uma listinha com todos os itens necessários. Assim é improvável que se esqueça de algo e tenha que fazer uma segunda viagem. E lembre-se: consuma apenas o que precisar, dessa forma outras pessoas terão a oportunidade de fazer o mesmo.

Siga as recomendações e utilize máscara

Alguns estados já tornaram obrigatório uso de máscaras em locais públicos onde o distanciamento social é difícil. Se sua região ainda não adotou essa medida, considere colocá-la em prática voluntariamente. Basta utilizar uma proteção de tecido que cubra o nariz e a boca completamente.  Além disso, é importante que a versão caseira do EPI seja feita nas medidas corretas, com dupla camada de tecido e que esteja bem ajustada ao rosto com elásticos ou fitas atrás das orelhas ou na nuca, sem deixar espaços nas laterais. Muitos estabelecimentos já oferecem uma versão pronta. Só não compre as máscaras médicas, pois essas estão em falta e devem ser reservadas aos profissionais que estão na linha de frente.

Não se esqueça também dos cuidados necessários ao utilizar a máscara:

Como colocá-la

Comece o processo lavando bem as mãos com água e sabão. Em seguida, posicione o EPI no rosto, certificando-se de cobrir o nariz e a boca. Depois, é preciso prender a máscara com o elástico ou tira.

Evite tocar a parte da frente do EPI enquanto estiver colocando-o e lembre-se que a máscara deve ser usada por cerca de duas horas apenas. Depois desse tempo é preciso troca-la.

Como removê-la

Se possível lave bem as mãos com água e sabão antes de iniciar o processo.  Caso esteja na rua, utilize álcool em gel 70% para a higienização. Em seguida, use os elásticos ou tiras para retirar a máscara tendo o cuidado de não tocar na parte da frente dela. Depois, separe o item individualmente em um saquinho plástico até a hora de lavar.

Como lavar

As máscaras caseiras são individuais e devem ser lavadas pela própria pessoa que a utiliza. Para higienizá-las, comece o processo lavando bem as mãos. Em seguida, misture água sanitária em uma proporção de 10 ml. para 490 ml. de água e realize a imersão do EPI na solução. Deixe de molho por 30 minutos. Enxague a máscara e lave-a com água e sabão. Depois, coloque-a para secar, preferencialmente ao sol. Finalize a limpeza lavando novamente as mãos.

Como proteção extra, depois de completamente seca, passe a máscara com ferro quente antes de embala-la um saquinho de plástico limpo.

Tome precauções quando estiver dentro da loja

Embora os funcionários de supermercados e drogarias de todo o país estejam fazendo o possível para manter as instalações limpas, você ainda deve tomar algumas medidas para se proteger:

  • Limpe as alças do carrinho.

Se tocar em uma superfície contaminada com o coronavírus e depois passar sua mão nos olhos, nariz ou boca, poderá ser infectado, mesmo que use luvas. Portanto, antes de pegar o cesto de compras, limpe sua alça usando lenços desinfetantes. Algumas lojas fornecem esse material, mas é uma boa ideia trazer o seu.

  • Afaste-se.

Lembre-se de manter uma distância mínima de um metro e oitenta dos demais. Alguns supermercados estão limitando o número de pessoas dentro do estabelecimento para evitar aglomerações. Além disso, estão utilizando fita ou outros marcadores para ilustrar o espaçamento correto.

  • Coloque suas compras nas sacolas sempre que possível.

Isso reduz o número de pessoas que manipulam seus itens.

  • Pague com um cartão ou aplicativo.

O uso de um cartão de crédito ou débito elimina o manuseio de dinheiro ou moedas e ainda é mais fácil de limpar. Caso tenha aplicativos de pagamento virtual, essa é uma boa hora de começar a utilizá-los.

  • Lembre-se de lavar ou higienizar as mãos assim que terminar de fazer compras.

Algumas lojas podem ter desinfetante disponível, mas você pode levar seu álcool em gel 70% e garantir que estará protegido.

Revisado clinicamente em Abril de 2020.

Fontes:

Sociedade Americana de Nutrição. 18 de março de 2020. “Como tornar a saúde e a nutrição uma prioridade durante a pandemia do coronavírus (COVID-19)”.

Tobie Stanger. Relatório do Consumidor. 3 de abril de 2020. “Como se proteger do coronavírus nas compras de supermercado.”

Harvard T.H. Escola de Saúde Pública. “Segurança alimentar, nutrição e bem-estar durante a COVID-19.”

Alina Selyukh. NPR.org. 19 de março de 2020. “Supermercados adicionam ‘horas de veteranos’ para compradores vulneráveis”.

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). “Coronavírus 2019 (COVID-19): Como se proteger e a outros”, “Coronavírus 2019 (COVID-19): perguntas frequentes sobre equipamentos de proteção individual.”

Campinas.sp.gov.br. “Máscaras de pano. Evite a contaminação”.

The New England Journal of Medicine: “Aerossol e estabilidade da superfície do SARS-CoV-2 em comparação com o SARS-CoV-1”.

Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH). 17 de março de 2020. “Novo coronavírus estável por horas em superfícies.”

Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA). “Segurança alimentar e coronavírus 2019 (COVID-19)”, “FDA oferece garantia sobre segurança e suprimento de alimentos para pessoas e animais durante a COVID-19.”

Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. “Lavagem de alimentos: promove a segurança alimentar?”[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]