5 maneiras de aliviar a raiva da COVID-19 segundo especialista.

By 15 de maio de 2020Covid 19

É fácil deixar suas frustrações borbulharem durante esse período. Mas a longo prazo, essa reação não faz bem. Por isso, veja aqui algumas técnicas que te ajudarão a refrescar a cabeça e o coração nesse momento tão estressante.

À medida que continuamos a remodelar nossas vidas devido à pandemia, pode parecer que nossas emoções mudam a cada dia (ou mesmo a cada hora). A tristeza dá lugar à gratidão. Passamos de chorar a rir em um instante. Mas se você acompanhou as últimas notícias, a raiva parece ser uma emoção compartilhada por muitos, geralmente por razões diferentes.

Para alguns, é realmente frustrante estar em casa enquanto seu meio de sustento segue fechado e o dinheiro a cada dia se esvai. Já outros, podem estar ressentidos com as pessoas que continuam a se reunir em grupos ou não praticam o isolamento necessário.

“No momento, a COVID-19 é um combustível”, diz o Dr. Jud Brewer, PhD, e cofundador da MindSciences Inc. “Mas nós somos a centelha. O que precisamos fazer é criar brasas que favoreçam a conexão, espalhem bondade e estimulem o convívio harmônico, não que queimem com amargura e angustia tudo ao nosso redor”.

A atual condição facilita a frustração. O Dr. Brewer observa que a raiva geralmente é desencadeada quando somos confrontados com expectativas não atendidas ou com medo do desconhecido.

“É normal ficar com raiva quando não conseguimos algo que queremos”, diz ele. Por outro lado, coisas que acontecem inesperadamente, particularmente em tempos precários como esse, podem ser assustadoras e, consequentemente, amplificar muito sentimentos angustiantes, tornando-os difíceis de serem administrados.

O problema com isso é que nossas respostas a essas situações afetam tanto nossa própria saúde mental quanto o bem-estar daqueles ao nosso redor. “Se não tomarmos cuidado, podemos, mesmo sem querer, adicionar ainda mais combustível aos sentimentos já existentes de frustração e inquietude fazendo com que a raiva exploda em nossos rostos”, diz Brewer.

Mas como superar a ira quando há tanto com o que se preocupar? Brewer compartilha algumas maneiras de aliviar a ansiedade e deixar de lado os reveses causados pelo coronavírus.

Afaste-se daquilo que está causando sentimentos ruins

Se for um confronto pessoal, encontre refúgio em uma sala ou área diferente da casa. Desligue o telefone, o computador ou a TV se um programa ou publicação em mídia social despertar ira e rancor. Reserve alguns minutos para refletir sobre como gostaria de comunicar o que está sentindo. Reflita como esses sentimentos podem ser administrados.

Tente relaxar

Faça algo que acalme seu corpo e mente. Ouça uma música que gosta. Respire fundo algumas vezes ou pratique um breve exercício de mindfulness. Existem diversos site e aplicativos que proporcionam aos seus usuários uma rotina de atividades. Muitos instrutores também estão aproveitando o surto para transmitir aulas ao vivo de forma gratuita nas redes sociais.

Lembre-se da última vez em que respondeu com raiva

Seja uma briga com seu parceiro ou um comentário sarcástico que se transformou em um debate, Brewer sugere pensar em como se sentiu depois de perder a calma. “Você está orgulhoso desses momentos?” ele pergunta. “Acredito que não”. Lembre-se de como é vergonhosa essa posição e de todo arrependimento que gera.

Recordar os efeitos do seu último ataque de raiva pode te impedir de repetir o comportamento. “Mas isso só funciona se você tomar um tempo para realmente mergulhar nesses sentimentos de remorso, não como uma maneira de se culpar, mas como um aprendizado”, diz Brewer.

Canalize sua raiva para fazer algo de bom

Um ótimo modo de direcionar a energia gerada pela raiva é realizando algum ato de bondade. Brewer recomenda parar e abraçar seu parceiro, filhos ou um animal de estimação por 30 segundos ou enquanto se sentir frustrado. Se estiver sozinho, procure ligar ou conversar por vídeo com uma pessoa de confiança que vá te ouvir e fornecer uma perspectiva tranquila e positiva para o problema que está enfrentando.

Perdoe os outros

A raiva é uma emoção predominante no momento, o que significa que alguém que ama pode direcionar hostilidade a você sem um motivo aparente. “É realmente importante lembrar que estamos todos no limite agora, e é fundamental darmos um passo para trás e nos entendermos”, lembra Brewer.

Talvez tenhamos que esperar reações mais fortes do que o normal das pessoas ao nosso redor e, mais importante do que isso, não as tomar pessoalmente. Compartilhar essas dicas com os entes queridos também pode ajudá-los a lidar com suas emoções.

Embora seja natural sentir raiva agora, não precisamos deixá-la consumir nossas vidas ou prejudicar aqueles que nos amam. Quando tudo mais falha, o conselho de Brewer para superar esse momento é simples: “Não seja duro consigo mesmo. E não seja duro com os outros”.

Revisado clinicamente em Maio de 2020.

Fontes:

Dr. Jud. YouTube.com. 25 de março de 2020. “Como se livrar da raiva e transformá-la em bondade.”

Associação Americana de Psicologia (APA). “Estratégias para controlar sua raiva.”

Associação Americana de Psicologia (APA). “Compreendendo a raiva: como os psicólogos ajudam nos problemas de raiva.”

Associação Americana de Psicologia (APA). “Controlando a raiva antes que ela controle você.”

MedlinePlus.gov. 3 de agosto de 2018. “Aprenda a controlar sua raiva.”

MayoClinic.org. “Transtorno explosivo intermitente.”

Cedars-Sinai.org. “A ciência da bondade.”

MayoClinic.org. 4 de novembro de 2017. “Perdão: deixar ir rancores e amargura.”