A entrega de alimentos em casa é segura ou estou em risco com o COVID-19?

By 26 de março de 2020Covid 19, Notícias

Há um novo termo cada vez mais em evidência desde que o COVID-19 foi declarado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) pandemia global. É o distanciamento social. Em situações como a que estamos vivendo hoje, em que uma doença infecciosa pode se espalhar entre a população rapidamente, mesmo numa grande região geográfica como um continente ou o planeta, a orientação dos órgãos de saúde é ficar em casa, longe de outros que possam estar infectados. Por este motivo, a maioria das autoridades já ordenou o fechamento de comércios não essenciais e que restaurantes e bares funcionem apenas com a opção de entrega ou retirada. Mas será que essa prática é segura contra a disseminação do novo coronavírus? É possível infectar-se através dos recipientes e bolsas em que a comida está? E os alimentos em si? Aqui está o que você precisa saber.

O COVID-19 pode ser transmitido através de alimentos?

O que sabemos é que muitas das informações sobre o COVID-19 vêm do estudo de outras cepas de coronavírus. Um dos mais conhecidos é o coronavírus SARS, que tem sido estudado extensivamente. Como o COVID-19 não existe há tempo suficiente para ser pesquisado em profundidade, muitas observações sobre o vírus podem ser feitas por essas outras amostras.

A experiência com essas cepas sugere que as pessoas não são infectadas pelo vírus através dos alimentos. De acordo com a Autoridade de Segurança Alimentar da Irlanda (FSAI), o COVID-19 precisa de um hospedeiro (humano) para viver, portanto, não pode crescer em alimentos.

Além disso, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), até o momento, não há evidências de que o COVID-19 possa ser transmitido por alimentos, incluindo os crus. Foi demonstrado ainda que um tratamento térmico de pelo menos 30 minutos a 60 graus Celsius é eficaz para matar a SARS. Portanto, acredita-se que o cozimento completo mataria o COVID-19 também. O CDC ainda acrescenta: “Em geral, devido à baixa capacidade de sobrevivência desses coronavírus nas superfícies, é provável que haja um risco muito baixo de propagação em produtos alimentícios, seja em temperatura ambiente, refrigerados ou congelados”.

E as embalagens de alimentos?

Segundo a Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA), atualmente não há evidências de que alimentos ou embalagens estejam associados à transmissão do COVID-19. No entanto, estudos preliminares indicam que o coronavírus possa sobreviver por algumas horas em superfícies e objetos, sendo que esse tempo pode aumentar ou diminuir por causa de condições como tipo de material, temperatura ou umidade. Por isso, é importante ter cuidado. Embalagens de plástico e metal, devem ser lavadas com água e sabão antes do armazenamento ou consumo. Antes de retirar alimentos que estejam em embalagens de papel lave bem as mãos. Depois descarte a embalagem. Volte a lavar a mão antes de tocar no alimento.

Os restaurantes que fornecem comida estão fazendo algo para reduzir o risco de propagação?

Os restaurantes estão sim vigilantes para garantir que seus funcionários não venham trabalhar doentes. Muitos estabelecimentos estão adotando procedimentos ainda mais rigorosos de higiene. Além disso, diversas empresas de entrega estão levando o distanciamento social ainda mais a sério, oferecendo opções de “entrega sem contato” e “pagamento eletrônico à distância”.

Que precauções é preciso tomar ao receber a comida em casa?

A higienização correta das mãos antes e depois de receber o pedido e a limpeza da embalagem e de superfícies em que o recipiente entrou em contato são ótimas medidas a serem tomadas para se prevenir do COVID-19. Outro passo importante é o distanciamento social com o entregador. Mantenha uma distância de 1 metro e meio ao interagir com ele. Caso você esteja em isolamento por ter confirmado contaminação ou suspeite ter contraído a doença, eleja um familiar saudável para recepcionar o entregador. Com isso você estará preservando a saúde de todos.

Revisado clinicamente em março de 2020.

Fontes:

 Autoridade de Segurança Alimentar da Irlanda (FSAI). “COVID-19 (Coronavírus). “

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). “O vírus que causa o COVID-19 pode se espalhar pelos alimentos, incluindo alimentos refrigerados ou congelados? “

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). “Que temperatura mata o vírus que causa a COVID-19? “

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). “Limpeza e desinfecção da sua casa. “

Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA). Março de 20202. “Devo tomar medidas adicionais durante a pandemia de COVID-19 para reduzir o risco de o SARS-CoV-2 entrar em minha casa em alimentos e embalagens de alimentos? “