Como acompanhar beneficiários obesos e prevenir a COVID-19?

By 25 de agosto de 2020Notícias

beneficiários obesos

A obesidade é um problema que já está no radar do setor de saúde suplementar há algumas décadas. É crescente o esforço para conscientizar as pessoas, prevenir problemas e lidar com os já existentes. Contudo, os dados mostram que o acompanhamento de beneficiários obesos ainda é um desafio para as operadoras de planos de saúde.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, por exemplo, aponta um aumento de 67,8% na população considerada acima do peso entre 2006 e 2018. Portanto, a busca por estratégias mais eficientes para lidar com a questão se mostra cada vez mais importante — sobretudo se considerarmos a pandemia da COVID-19.

Neste conteúdo especial, detalharemos 4 maneiras pelas quais isso pode ser feito com eficiência. Confira!

Invista em programas de qualidade de vida

O sucesso na gestão de planos de saúde passa diretamente por uma abordagem que vá além do oferecimento de serviços que busquem solucionar problemas. A filosofia é bem simples: prevenir é mais eficiente do que simplesmente remediar — e melhor ainda se ambas as coisas forem feitas com eficiência.

Nesse sentido, é importante colocar os beneficiários no centro do cuidado, já que eles são os maiores interessados nisso. No contexto da obesidade, isso significa, em primeiro lugar, conscientizar os pacientes sobre a importância de pensar na qualidade de vida como um todo. Em outras palavras, educá-los para que eles sejam mais ativos no autocuidado.

Considere, por exemplo, o alto índice de casos de Diabetes nessa população. Cerca de 6,2% da população brasileira é acometida pela doença. A Federação Internacional da Diabetes (FID), por sua vez, estipula que, até 2045, o número de casos na América Latina será 62% maior.

Um programa de qualidade de vida é aquele que ajuda a educar a população — mas que não se limita a isso. Criar um sistema de coaching preventivo com uma equipe de especialistas, por exemplo, é fundamental para que os beneficiários obesos não só entendam a importância da questão, mas que saibam o que fazer para ter uma vida mais saudável.

Tecnologias para programas de qualidade de vida

Uma alternativa interessante, nesse sentido, é o uso da telemedicina. Grosso modo, trata-se de um sistema tecnológico de atendimento a distância. Basta que o paciente tenha acesso à internet para realizar consultas de triagem ou de orientação com a equipe médica, a fim de manter um processo de melhoria contínua no autocuidado.

Outra alternativa vantajosa é adotar o Ligue Saúde, a central de atendimento 24 horas da Sharecare. Nela, o paciente pode tirar dúvidas e solucionar questões básicas sem a necessidade de se deslocar até o hospital.

Além de compor um atendimento mais completo, o Ligue Saúde ajuda a melhorar a experiência do paciente com os serviços do plano de saúde. Fazendo isso sem sair de casa, ele evita a exposição ao coronavírus — o que é crucial para os obesos, já que eles constituem um grupo de risco.

Implemente um programa de combate à COVID-19

Além de iniciativas mais gerais, uma abordagem mais direcionada para as particularidades da pandemia também traz grandes benefícios. Um bom exemplo disso é o Programa de combate à COVID-19, da Sharecare. A solução foi criada especialmente para permitir que as operadoras respondam a essa nova demanda com mais eficiência.

O serviço inclui 19 check-ups diários por meio da Enfermeira Virtual Sara, além de consultas online (telemedicina) e um suporte clínico completo. Além da equipe de médicos e enfermeiros de plantão, o programa ajuda a educar os beneficiários sobre a doença, seus sintomas, a prevenção e o que fazer em caso de contágio.

Tenha em mente que, no contexto atual, a informação é uma arma poderosa para evitar a exposição aos riscos e fomentar ações de preservação da saúde.

Adote o aplicativo Sharecare

Se o objetivo é promover ações preventivas e engajar os pacientes, o aplicativo Sharecare é um aliado insubstituível. Nele, cada usuário pode acessar dados de avaliação global da sua saúde e gerenciar seus hábitos cotidianos com mais eficácia.

Trata-se de uma maneira mais organizada de acessar informações que ajudem no desenvolvimento de uma vida mais saudável. A título de exemplo, podemos citar algumas funcionalidades do aplicativo, como conteúdos educativos, um sistema de gamificação para premiar bons desempenhos e um conjunto de descontos (ePharma) em mais de 27 mil farmácias.

O resultado é a possibilidade de monitoramento diário da saúde, algo que empodera o beneficiário obeso, tornando-o protagonista nesse processo.

Leve informação de qualidade

A internet mudou definitivamente nossa relação com a informação. Graças a ela, é muito mais fácil se manter antenado e aprender coisas novas. Contudo, há também um novo desafio: checar a veracidade das informações e identificar quais delas são confiáveis. A questão é ainda mais crítica quando o assunto é o cuidado com a saúde.

Tendo isso em vista, você pode elevar a qualidade dos seus serviços ao oferecer informações mais detalhadas para seus beneficiários. Leve conteúdo com embasamento científico, por exemplo, para demonstrar que o risco da COVID-19 é maior para pessoas obesas: utilize dados, pesquisas referenciadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), vídeos educativos etc.

Lembre-se também de ir além daquilo que os jornais já estão falando. Traga o assunto da higiene para conscientizar a população sobre o impacto que isso tem na prevenção de doenças. Aborde ainda o quão importante é estar atento não só à COVID-19, mas a outras ameaças à saúde.

Afinal, um paciente debilitado é ainda mais suscetível a um agravamento do quadro, caso seja infectado pelo coronavírus. Então, é importante fazer uma abordagem mais ampla da prevenção como um todo, para que as pessoas assimilem boas práticas à sua rotina do dia a dia.

São dicas que vão ajudar você a fortalecer os laços com os beneficiários obesos, dando a eles o suporte que precisam para ter mais qualidade de vida. Então, coloque-as em prática e construa um movimento de resistência para lidar com a pandemia — os benefícios, como mostramos no post, são muitos!

Se quer mais conteúdo de qualidade, aproveite para seguir nossas páginas no Facebook, Instagram e LinkedIn!