Você já pensou em como melhorar a experiência do colaborador? Entenda mais sobre o assunto

By 10 de abril de 2020Notícias

experiência do colaborador

O conceito de employee experience vem ganhando espaço nas discussões no ambiente corporativo, sobretudo entre profissionais de recursos humanos. Grosso modo, o conceito se refere a toda a experiência do colaborador em sua história dentro da empresa. O ponto de grande destaque são os impactos — positivos e negativos — que essa jornada pode trazer para todos os envolvidos.

Afinal, por que cada vez mais empresas investem em estratégias para melhorar a experiência dos seus profissionais no ambiente de trabalho e fora dele? Como isso pode ser feito? É possível avaliar o sucesso dessas medidas para aprimorá-las continuamente? Quais são as principais tendências para o futuro?

Neste artigo especial sobre a employee experience, você vai encontrar as respostas para essas e outras perguntas. Aproveite a leitura!

Por que as melhores organizações investem na experiência do colaborador?

Por muito tempo, a experiência do colaborador foi vista como uma preocupação exclusiva do setor de RH. Atualmente, entretanto, essa se tornou uma questão estratégica para as empresas. Com uma demanda crescente por mão de obra especializada e pessoas com alto nível de produtividade, a retenção de talentos assumiu um papel ainda mais relevante nas organizações.

Um estudo da Salesforce aponta que colaboradores que se sentem ouvidos dentro da empresa são quase 5 vezes mais propensos a apresentar um alto rendimento nas suas funções. Já um relatório da American Psychology Association mostra que quase 90% dos funcionários de companhias que valorizam o bem-estar afirmam que as recomendariam como bons locais para se trabalhar.

Não é à toa que grandes organizações investem cada vez mais para melhorar as condições de trabalho dos seus profissionais. Contudo, assumir uma mentalidade de cuidados com saúde e bem-estar é só o primeiro passo. Do ponto de vista da organização, bons resultados com turnover e retenção de talentos só ocorrem quando medidas inteligentes são adotadas de forma planejada.

Mas, afinal, como isso pode ser feito?

Como melhorar a experiência do colaborador?

Essa mudança comportamental depende de uma mudança cultural na empresa, a começar pelo próprio RH. O ponto é agir com base em um planejamento — ou seja, entender as principais demandas, projetar resultados, estabelecer metas e monitorar as ações implementadas. Então, veja a seguir como fazer isso.

Gerencie a jornada do colaborador

Estamos falando de um trajeto histórico pessoal do profissional que trabalha na empresa. Ele começa no primeiro contato, antes mesmo da seleção, e dura até o seu desligamento. Entender como se dá cada etapa desse processo ajuda a promover uma experiência mais agradável em todos os níveis de contato com a empresa.

Lembre-se, por exemplo, que talentos de áreas muito disputadas — como a TI — podem desistir da vaga antes mesmo de conquistá-la, caso a fase de entrevista passe uma impressão ruim da organização.

Levante suas demandas

Após mapear a jornada do colaborador, identifique suas principais demandas: o que pode ser melhor na fase de seleção, quais as eventuais reclamações dos colaboradores atuais, os fatores que levam ao desligamento etc. Isso pode ser feito por meio de uma análise direta ou por meio de pesquisas de opinião internas, que são ferramenta extremamente úteis para o RH.

Adote programas de saúde e bem-estar

Investir na promoção de saúde é uma das formas mais eficientes de aumentar a produtividade na empresa. Além de diminuir o absenteísmo, esse tipo de medida torna os colaboradores engajados, já que eles se sentem mais valorizados pela organização. Na prática, o investimento pode ser direcionado a programas específicos.

A Sharecare, por exemplo, é referência em soluções para gestão de saúde. Seus programas clínicos trazem benefícios para a empresa e para os próprios colaboradores — afinal, eles passam a acessar soluções que aumentam a eficiência do seu autocuidado, desenvolvendo uma vida mais saudável e com menos riscos.

O coaching preventivo é um bom exemplo disso. Nele, cada colaborador é orientado individualmente para mudar seu comportamento de forma a solucionar e até mesmo prevenir problemas de saúde. É um tipo de cuidado que impacta positivamente a vida de todos, dentro e fora da empresa.

Confira outros programas que a Sharecare oferece:

Entre outras vantagens, vale destacar que os programas e as outras soluções Sharecare permitem que você trabalhe com dados mensuráveis na sua gestão de saúde. Os resultados disso são muito interessantes: os gastos com planos de saúde e a taxa de reinternação caem, a taxa de sinistralidade do plano é menor e o próprio engajamento dos colaboradores é maior.

Mensure os resultados

O monitoramento da sua estratégia é tão importante quanto a implementação. É ele quem vai mostrar os resultados de forma mensurável, permitindo que você tome medidas de aprimoramento constante para que a experiência do colaborador seja cada vez melhor.

Como mencionamos, essa é uma das vantagens dos programas de saúde e bem-estar. A Sharecare fornece um dashboard por meio do qual você pode acompanhar os resultados populacionais e medir o impacto das ações.

Quais são as tendências para os próximos anos?

A transformação digital é evidência de que a tecnologia assumiu um papel de protagonismo ainda maior nas empresas. A Inteligência Artificial (IA), por exemplo, vem sendo aplicada de formas bastante criativas para otimizar e automatizar processos. No que diz respeito à experiência do colaborador, ela serve de base para diversas soluções que podem ser parte desses benefícios oferecidos.

A Enfermeira Virtual Sara é um bom exemplo disso. Trata-se de um chatbot — ou seja, um robô virtual — que a Sharecare desenvolveu para tirar dúvidas e oferecer informações 24 horas por dia para os colaboradores. Baseada em IA, ela melhora a qualidade do atendimento e ainda promove uma coleta de dados mais rica, no que diz respeito aos problemas de saúde mais comuns na população.

A modelagem preditiva, por sua vez, é outra solução que usa a Inteligência Artificial a favor da sua empresa. Grosso modo, ela une Big Data e Machine Learning — a tecnologia de IA que permite ao software aprender com seu próprio desempenho — para mapear a população e identificar os maiores riscos de ocorrência de problemas.

São fatores, como você pôde ver, que possibilitam colocar a experiência do colaborador em primeiro plano, trazendo benefícios para ele e, é claro, para a empresa. Então, não perca tempo! Coloque a tecnologia para trabalhar a seu favor e implemente soluções de saúde que promovam essas mudanças para transformar sua organização em uma referência de acolhimento de talentos!

Quer aprofundar seus conhecimentos sobre o tema? Então, confira nosso artigo sobre a importância de integrar programas de saúde e bem-estar!