Inteligência artificial na saúde: entenda como a tecnologia contribui para a tomada de decisões

By 7 de agosto de 2019Notícias

Não é novidade que, cada dia mais, as empresas estão se tornando mais digitais e tecnológicas. Essa tendência segue firme no setor de saúde, afinal, gestores desse segmento já começaram a investir em soluções tecnológicas para tratar os pacientes e para gerir a base de dados de forma segura e eficiente. Nesse sentido, uma das principais tendências é a utilização da inteligência artificial na saúde. 

A inteligência artificial (IA) é uma tecnologia que simula o comportamento humano em máquinas. De forma geral, o investimento em inteligência artificial para o setor de saúde é muito positivo, uma vez que, mais do que auxiliar no diagnóstico e na indicação de tratamento para os pacientes, ela auxilia no processo gerencial e na tomada de decisões de gestores de organizações.

Com o uso dessa tecnologia pelas empresas, há mais comodidade para os colaboradores, que podem contar com um sistema de saúde preventivo, sem necessariamente precisar se deslocar. Além disso, as vantagens proporcionadas pela utilização da inteligência artificial na saúde impactam no retorno financeiro, fazendo com que esse investimento seja atrativo para os empreendedores. 

E você, já conhece a inteligência artificial aplicada à saúde? Quer saber quais são as vantagens dessa tecnologia e como ela contribui para a tomada de decisões nas organizações? Continue a leitura e descubra! 

Precisão dos diagnósticos 

Com o uso difundido da tecnologia, novas ferramentas de diagnóstico foram aprimoradas. Hoje, já é possível fazer diagnósticos com softwares sofisticados, capazes de fornecer informações precisas dos órgãos internos dos pacientes a partir da análise de imagens e dados. 

Também existem algoritmos que permitem que profissionais da saúde tenham acesso a grandes quantidades de informações, sobretudo oriundas de imagem, de forma ágil, deixando a identificação dos problemas mais precisa e instantânea.

Outra grande aposta do setor de saúde são os equipamentos atualizados, capazes de identificar condições específicas de saúde ainda em estágio inicial. Ou seja, mesmo que o profissional de saúde não esteja investigando determinada patologia, ela poderia ser apontada de forma precoce com a ajuda de recursos tecnológicos.

Com isso, o impacto positivo na vida do paciente é imediato, pois um diagnóstico mais preciso aumenta as chances de se ter um tratamento adequado, além de evitar cirurgias invasivas e arriscadas. 

Armazenamento eficiente de dados

A inteligência artificial na saúde possibilita também que os dados dos hospitais e clínicas fiquem armazenados na nuvem. Assim, eles se tornam mais acessíveis e permitem que diversos processos sejam realizados de forma automática. E por que isso é vantajoso? Com a otimização do armazenamento de dados, profissionais de saúde que teriam que dedicar tempo à gestão de informações podem se dedicar a atender melhor os pacientes. 

Mais do que isso, com o armazenamento inteligente, o acesso às informações se torna mais fácil e simples, o que tem impacto na redução de custos.  A economia das empresas com assistência em saúde pode chegar a 30%.

Outra grande vantagem da IA na saúde é que, de posse dos dados dos pacientes, os próprios hospitais passam a ter mais conhecimento sobre o estado de saúde e as experiências anteriores. Também obtém dados do histórico familiar dos atendidos, o que auxilia na previsão de ocorrência de problemas de origem hereditária, por exemplo. 

Dessa forma, é possível ainda contar com o armazenamento de dados de outros pacientes, os quais podem ser úteis para montar novos diagnósticos, melhorando o atendimento como um todo. 

Melhoria nas tomadas de decisão 

Com um sistema tecnológico baseado na inteligência artificial, os prontuários dos pacientes não têm limite de armazenamento de dados, diferentemente do sistema tradicional, em que há um limite físico. Isso porque, tanto no prontuário em papel, quanto no armazenado em hardwares de computador, o espaço é finito.

Com registros inteligentes, gestores passam a ser capazes de acessar informações dos paciente de forma ágil e eficiente. 

A partir da manutenção desse registro, há sempre a entrada de novas informações, que podem ser combinadas, gerando perfis e previsões. Tudo isso é essencial para auxiliar na tomada de decisão, levando em conta a necessidade de cada paciente. 

Por exemplo, em empresas em que um membro da equipe desempenha um papel que exige muito esforço físico, é presumível, a partir do levantamento de dados, que, caso não haja prevenção, esse possa desenvolver algum tipo de lesão. Ou seja, é possível atuar de forma antecipada. 

Em alguns casos, a prevenção é essencial. De acordo com a ONU, mais de 12 milhões de pessoas morrem devido a fatores ligados a ambientes insalubres. Dessa forma, com tecnologia preventiva, é possível identificar os fatores de risco e prevenir complicações.

Notificação em tempo real 

Alguns recursos e tecnologias já contam com sistemas de inteligência artificial. Isso, aliado ao cruzamento de informações, permite notificar, em tempo real, o médico que cuida de um paciente sobre qualquer mudança no estado de saúde. Isso é essencial, principalmente em casos de emergência. 

 Base maior para diagnósticos precoces

Sem dúvidas, uma das principais vantagens da inteligência artificial na saúde é a quantidade de informações disponíveis para traçar um diagnóstico. Tal armazenamento é crucial em casos de algumas doenças que são difíceis de serem identificadas em estágios iniciais, o que diminui as chances de sucesso no tratamento. 

A partir da IA, esse panorama já vem mudando, uma vez que, com análises mais precisas e seguras, o diagnóstico precoce é uma realidade perfeitamente alcançável. 

Além disso, graças à associação de sintomas, permitida pelo cruzamento de dados, os profissionais da saúde são capazes de identificar sinais semelhantes, relacionando-os ao histórico do paciente que está sendo avaliado. Com a possibilidade de fazer diagnósticos muito mais precoces, a indicação de tratamento e o seu consequente sucesso é algo mais próximo da realidade. 

Em resumo, adotar a inteligência artificial é um investimento muito positivo para as empresas, uma vez que agiliza os processos, fornece diagnósticos precoces e auxilia os gestores na tomada de decisão. Portanto, se você está em busca de soluções inovadoras para sua empresa, essa é uma boa opção. 

Gostou do assunto e quer ficar sempre por dentro de novidades na área de gestão de saúde? Acompanhe nossas redes sociais e acesse todos os conteúdos em primeira mão! Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn

Leave a Reply