Abusou no Carnaval? Fique tranquilo! A época mais animada do ano veio com tudo e com certeza deixou muitas lembranças para a vida.

A verdade é que não há cura para ressacas. A única maneira de se livrar do efeito pós-bebedeira é esperar a recuperação do organismo, o que pode durar até 24 horas. Quem já teve uma ressaca sabe que os sintomas não são nada agradáveis e vão desde dor de cabeça à tontura e náusea. Apesar disso, algumas práticas podem amenizar os sintomas e colaborar com uma recuperação mais rápida. Ufa! Confira as dicas da Healthways, uma empresa Sharecare, para driblar a ressaca e superar o cansaço com muito brilho.

O melhor remédio para fugir de uma ressaca forte é ter em mente algumas regras básicas antes de se jogar na bebida. Antes de tudo, coma algo (nunca beba de estômago vazio) e dê preferência aos carboidratos. Durante a festança, beba muita água e tente dosar a quantidade de bebida, vá com calma. Não deu tempo? A folia já passou e o que fica são os aprendizados. Acordou mal, com todos os sintomas mencionados anteriormente? Levante-se e encha sua garrafinha de água: ela será sua companheira durante o resto do dia, devido à desidratação.

Descanse muito no dia seguinte, o repouso é primordial para a recuperação do organismo. A dor de cabeça, resultado da dilatação dos vasos sanguíneos do cérebro por conta do álcool, pode ser aliviada com alguns truques, como uma bolsinha de gelo no rosto. Evite analgésico se você tem doença no fígado. Como o revestimento do estômago está irritado, não consuma ácido acetilsalicílico e ibuprofeno, uma vez que podem aumentar essa irritação. Para o estômago sensível e dolorido, prepare um chá de hortelã ou camomila e, se for o caso, tome um antiácido.

Além da água, beba suco de tomate, suco de frutas ou bebidas energéticas para dar um up na hidratação e substituir minerais e eletrólitos perdidos. Isotônicos também auxiliam na substituição do sal empobrecido e potássio. Evite bebidas com cafeína, pois elas podem causar desidratação adicional! No fim, a intensidade da ressaca depende principalmente do que você consome e o quanto você consome. As ressacas fazem parte do Carnaval e o que importa é o que ficou de bom! Agora é ir atrás do prejuízo e voltar à ativa. A vida continua! Fonte