Como vencer o sedentarismo dos colaboradores? Veja 7 passos!

By 31 de julho de 2020Notícias

sedentarismo

O sedentarismo é a falta de atividade física regular. A condição, que geralmente está acompanhada de maus hábitos alimentares e má qualidade de vida, atinge pelo menos 50% da população brasileira, levando a até 3,2 milhões de mortes por ano.

Além de prejudicar o bem-estar e a produtividade dos colaboradores, o sedentarismo pode gerar doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares. Tais condições afetam diretamente a taxa de sinistralidade dos planos de saúde, gerando prejuízo financeiro e imaterial para empresas e instituições médicas.

Por esse motivo, é importante implementar ações dentro do ambiente empresarial que incentivem a saúde e o bem-estar. No entanto, esta não é uma tarefa fácil. Como convencer os colaboradores a repensarem a rotina e adotarem hábitos saudáveis?

Com isso em mente, hoje vamos mostrar como implementar ações para vencer o sedentarismo dos colaboradores e quais são os benefícios disso para a empresa. Confira!

Quais fatores contribuem para o aumento do sedentarismo?

A vida moderna mudou a forma como nos relacionamos com o trabalho. Hoje, é comum que as jornadas incluam muitas horas em frente a um computador, excluindo a necessidade de nos movimentarmos ao trabalhar.

Podemos separar os motivos que levam ao sedentarismo em duas categorias: funcionais e emocionais.

Funcionais

  • falta de tempo;
  • preço da academia ou das aulas de exercício;
  • localização;
  • dificuldade em administrar a rotina.

Emocionais

  • falta de motivação;
  • preguiça;
  • insegurança e baixa autoestima em começar a se exercitar;
  • não reconhecimento da importância e do impacto da atividade física para a saúde.

Dessa forma, para combater o sedentarismo, é preciso adotar ações pró-ativas, adicionando a prática de atividade física na rotina — o que nem sempre acontece.

Por que é importante combater o sedentarismo dos colaboradores?

Combater o sedentarismo é fundamental para aumentar a saúde e o bem-estar na empresa, além de impactar positivamente a parte financeira. Entenda melhor a seguir.

Promoção de saúde e bem-estar na empresa

A promoção de ações contra o sedentarismo incentiva a adoção de hábitos saudáveis, estimulando uma cultura de bem-estar entre os colaboradores. Isso aumenta a expectativa de vida e contribui para que os funcionários vivam com mais qualidade, o que reflete diretamente no bem-estar da empresa.

Redução dos custos ligados à saúde

Além de melhorar a qualidade de vida dos colaboradores, as iniciativas em prol da saúde também surtem efeito econômico dentro da empresa, reduzindo a incidência de doenças crônicas (ou impedindo o agravamento de quadros pré-existentes) e diminuindo a taxa de sinistralidade.

Veja a seguir como isso acontece.

Prevenção de doenças crônicas

O sedentarismo é um fator de risco para diversas doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, obesidade, depressão etc. Essas patologias são um problema que podem acabar minando o orçamento empresarial, porque:

  • aumentam o número de licenças/afastamentos médicos, aumentando a taxa de absenteísmo;
  • diminuem a expectativa de vida útil do colaborador, aumentando o número de aposentadorias precoces;
  • impedem a retenção de talentos, fazendo com que a empresa precise investir frequentemente em treinamento para novos funcionários.
  • diminuem a produtividade dos colaboradores.

Dessa forma, em longo e médio prazo, investir em medicina preventiva torna-se uma estratégia econômica.

Redução da taxa de sinistralidade do plano de saúde

O sedentarismo também reflete no aumento do acionamento do plano de saúde, elevando a taxa de sinistralidade. Em linhas gerais, o termo representa o desequilíbrio entre o acionamento do plano de saúde e o valor pago mensalmente pela empresa. 

Vale lembrar que o valor direcionado à saúde é o segundo maior gasto das companhias com os funcionários, perdendo apenas para a folha de pagamento.

Aumento da produtividade da empresa

Memória, capacidade de concentração e raciocínio, autoconfiança, disposição etc. Esses elementos são essenciais quando falamos em produtividade. Mas como o combate ao sedentarismo pode ajudar a alcançá-los?

Atualmente, sabe-se que a eficiência no trabalho está diretamente ligada ao bem-estar do funcionário — tanto em relação à empresa quanto em relação a si mesmo. Isso significa que, para garantir um bom rendimento, é preciso investir em saúde.

Nesse sentido, as ações voltadas ao combate ao sedentarismo propõem a adoção de uma vida mais ativa, aumentando a qualidade de vida.

Melhora a cultura organizacional

A cultura organizacional é a soma de valores e práticas da empresa. Dessa forma, quando a instituição implementa ações que visam o bem-estar dos colaboradores, ela melhora essa noção, reafirmando que possui valores mais humanos e contribuindo para um ambiente mais agradável.

Além disso, a prática regular de exercícios libera endorfina, que ajuda a regular os níveis de estresse e promove uma sensação de bem-estar. Isso é muito importante dentro da empresa e impacta diretamente nas relações interpessoais, diminuindo os conflitos internos e propiciando um ambiente mais colaborativo.

Como combater o sedentarismo na prática?

Para incentivar o combate ao sedentarismo, é importante oferecer iniciativas dentro da própria empresa. Algumas ideias você confere a seguir.

Incentive o autocuidado

O autocuidado pode ser entendido como atitudes que o indivíduo toma visando o próprio bem-estar. Elas incluem, por exemplo, investimento na carreira, escolha de alimentos balanceados, adoção de hábitos saudáveis etc.

Incentivar o autocuidado acaba estimulando uma mentalidade de amor próprio, fazendo com que o colaborador desenvolva um olhar mais carinhoso em relação à própria saúde. Na prática, isso aumenta sua disposição em adotar hábitos melhores e faz com que ele tenha mais chances de engajar nas ações contra o sedentarismo.

Estimule hábitos saudáveis

Adotar hábitos saudáveis no dia a dia da empresa tem um efeito positivo na saúde dos colaboradores e no clima organizacional. Veja algumas idéias a seguir.

Uso da escada

Utilizar a escada em vez do elevador ajuda a fortalecer os músculos inferiores e melhora a capacidade respiratória. Para incentivar o hábito, que tal oferecer uma informação educativa na porta do elevador? Por exemplo: “você sabia que subir 3 lances de escada corresponde a 10 minutos de caminhada?”.

Atividades em grupo fora do expediente

Times de corrida, partida de futebol, grupo de yoga… Que tal estimular atividades em grupo antes ou depois do expediente? Se sua empresa tiver uma quadra, um campo ou lugar arejado, ótimo! Se não, vale alugar espaços algumas vezes por semana.

Esportes e atividades em grupo aumentam a interação entre os funcionários, permitindo que eles interajam além das questões profissionais. Esse tipo de entrosamento melhora a dinâmica da equipe, fortalece o sentimento de “time” e consequentemente aumenta a produtividade da empresa.

Transporte alternativo

Caminhar até o trabalho ou ir de bicicleta também são boas alternativas para tornar a rotina mais saudável. Caso o colaborador more perto, vale a pena incentivar a prática. Para isso, conscientize sobre os benefícios, mostre vantagens e adapte as instalações da empresa, disponibilizando, por exemplo, um bicicletário, onde os funcionários podem estacionar sem medo de serem roubados.

Outra forma de incentivar o transporte alternativo entre aqueles que moram perto da empresa é por meio dos benefícios flexíveis. Por exemplo: se o vale-transporte for um benefício “fixo”, é provável que mesmo morando perto o colaborador use-o. Por outro lado, caso possa trocá-lo, ele pode adotar o transporte alternativo e optar por benefícios mais vantajosos, como bolsas de estudo, associações a clubes etc.

Ajude os colaboradores a acompanharem seus indicadores de saúde

Para que as soluções em saúde alcancem bons resultados, é fundamental adotar ações específicas, tomadas a partir de uma análise prévia das necessidades dos colaboradores.

Por isso, analisar o perfil, entendendo os hábitos e as prioridades, bem como a forma como os funcionários utilizam os recursos em saúde, é fundamental para oferecer soluções eficientes e melhorá-las cada vez mais.

Nesse sentido, os indicadores ajudam a mensurar as soluções em saúde. Além disso, acompanhar o avanço das ações de saúde melhora o engajamento do colaborador com a atividade proposta permitindo que ele veja sua evolução.

Esse monitoramento pode ser feito com ajuda da tecnologia. Aplicativos de celular, por exemplo, podem mapear a evolução do hábito, estabelecendo metas e até mesmo operando com sistemas de recompensa.

A Sharecare, por exemplo, possui uma ferramenta que ajuda a criar hábitos saudáveis, capaz de monitorar 12 fatores de risco relacionados à saúde do usuário. O aplicativo indica como meta a manutenção de alguns hábitos diários. Quando o usuário cumpre o objetivo, ele ganha uma espécie de “conquista” dentro da própria plataforma, o que aumenta o engajamento.

Forneça treinamentos

Para combater o sedentarismo, é muito importante que os funcionários entendam que essas ações não são obrigações e tampouco são medidas preventivas que só surtirão efeito no futuro. É necessário incentivar uma mentalidade de autocuidado de fato, por meio da qual o colaborador perceba a atividade física como algo prazeroso, e não apenas como uma “meta a ser cumprida”.

Para isso, o conhecimento é a palavra-chave. Adote soluções que coloquem o colaborador no centro do cuidado com a saúde, oferecendo, além dos recursos, o acesso à informação.

Falar dos males ou dos benefícios de determinados hábitos, dos impactos da atividade física e da alimentação na rotina, da importância de acompanhar os indicadores de saúde e cuidar da saúde mental são exemplos de conteúdos educativos que ajudam o colaborador a ter mais consciência sobre a própria saúde.

Ofereça coaching preventivo de saúde

Os coaching preventivo é um exemplo de iniciativa que oferece um tratamento personalizado ao colaborador, considerando suas particularidades e demandas pessoais. O objetivo geral é minimizar fatores de risco e prevenir o desenvolvimento ou o agravamento de determinada patologia.

Nesse sentido, o coaching preventivo atua identificando situações que levam ao sedentarismo e orientando, de forma singular, a adoção de hábitos e práticas mais saudáveis.

Mantenha canais abertos de comunicação com o público interno

Por fim, a comunicação é fundamental. Centrais de atendimento por exemplo, orientam o colaborador esclarecendo dúvidas, oferecendo suporte e até mesmo indicando a qual tipo de serviço ele deve recorrer, dependo do caso.

O Ligue Saúde, da Sharecare, é um canal que atua 24h, orientando o colaborador e o ajudando a entender se ele deve ou não procurar atendimento emergencial. Isso também ajuda a empresa, pois diminui o uso desnecessário do pronto-atendimento, que costuma representar um rombo na conta do plano de saúde — em geral, em torno de 700 a 1 mil reais por atendimento.

Por que é importante contar com empresas especializadas?

Para implementar ações de combate ao sedentarismo, contar com empresas especializadas faz toda diferença. Entenda abaixo por quê.

Engajamento

Um dos maiores desafios no combate ao sedentarismo é fazer com que os colaboradores abracem as ações propostas pela empresa. Caso contrário, a instituição corre o risco de investir em iniciativas que não geram retorno.

Quando falamos em engajamento, é fundamental entender as dores e as necessidades dos colaboradores, buscando soluções voltadas para públicos específicos em vez de adotar ações genéricas que não geram resultados.

Nesse sentido, é importante contar com empresas especialistas no assunto, capazes de apresentar métricas, quantificar o sucesso das ações e, por meio da tecnologia, oferecer soluções personalizadas para cada colaborador, aumentando o engajamento!

Soluções integradas

Para obter sucesso no combate ao sedentarismo, é importante traçar estratégias que contem com ações integradas, avançando simultaneamente em várias frentes. Nesses casos, empresas especialistas podem ajudar — tanto a identificar pontos-chave no estilo de vida dos colaboradores, quanto elaborando um programa de saúde que atue em todas as esferas, de acordo com a necessidade da instituição.

Como a Sharecare pode ajudar?

A Sharecare é uma empresa multinacional especialista em combinar saúde digital com gestão de saúde integrada. Com mais de 70 milhões de pessoas beneficiadas no mundo, seu principal objetivo é contribuir para a competitividade de seus clientes, encontrando soluções para reduzir custos desnecessários e diminuir a taxa de sinistralidade dos planos de saúde!

Algumas de suas soluções podem ajudar no combate ao sedentarismo e na promoção da saúde. Veja a seguir.

Aplicativo

O app de saúde Sharecare é uma ferramenta que ajuda a identificar grupos de risco e a estimular uma vida mais saudável. O app foi projetado para engajar o usuário, aumentando a efetividade das suas ferramentas!

Algumas funcionalidades úteis para combater o sedentarismo são:

  • RealAge — é uma ferramenta que avalia, por meio de uma série de perguntas, a idade “real” do usuário, de acordo com suas condições de saúde e estilo de vida;
  • Indicadores de saúde — a função monitora os fatores de risco à saúde do colaborador. Ela atua estabelecendo pelo menos 8 hábitos que o colaborador deve manter durante o dia. Quando ele atinge a meta, recebe um “GreenDay” — isso contribui no engajamento e pode ser usado como parâmetro de bonificação;
  • Tópicos em saúde — é uma biblioteca que abriga artigos, vídeos, animações e slideshows sobre saúde e qualidade de vida.

Coaching preventivo

O programa de coaching preventivo da Sharecare conta com uma equipe multidisciplinar: enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, fisioterapeutas, educadores físicos e até mesmo assistentes sociais. Tudo para oferecer uma orientação direcionada e personalizada para o colaborador, ajudando-o a melhorar seu estilo de vida.

Viu como é importante combater o sedentarismo dos colaboradores? Além de aumentar a saúde e o bem-estar dos funcionários, as ações voltadas à saúde rendem retorno financeiro, diminuindo o índice de absenteísmo e a taxa de sinistralidade com as operadoras!

Para vencer o sedentarismo na prática, existem várias estratégias que a empresa pode adotar, como treinamentos, campanhas de conscientização e coaching preventivo. E para ter garantia do sucesso dessas ações, é sempre bom contar com um especialista como a Sharecare!

E aí? Ficou interessado? Quer saber como a Sharecare pode implementar essas soluções na sua empresa? Então, entre em contato conosco agora mesmo!