Tendências de RH em 2020 que melhorarão a saúde do colaborador e da empresa

By 28 de fevereiro de 2020Notícias

Tendências de RH

A transformação digital que impacta nosso dia a dia pode (e deve) ser usada pelo RH para outras funções, além das rotineiras. Preocupações como atrair os melhores talentos, diminuir o turnover e zelar pela produtividade da empresa estão intimamente ligadas ao bem-estar do colaborador.

Confira agora as tendências de RH nessa área para 2020.

Quais são as tendências de RH para a saúde do colaborador e da empresa?

Com o uso de ferramentas tecnológicas, você pode conhecer melhor o colaborador e compreender os fatores que afetam a saúde e o bem-estar dele. Esse entendimento possibilita o aumento da produtividade e o engajamento das pessoas de várias formas. Acompanhe as soluções que orientarão o seu RH em 2020:

  • People Analytics e Big Data;
  • flexibilidade de trabalho;
  • nuvem e intranet;
  • atenção à saúde mental;
  • gestão de saúde.

A transformação de Big Data em People Analytics da saúde

A coleta, organização e avaliação de informações sobre as pessoas deixaram de ser ficção e se tornou uma realidade. Atende pelo nome de Big Data. Os dados que alimentam esse sistema vem de variadas fontes, como tendências de vendas e de marketing, reviews de consumidores, publicações nas redes sociais, etc.

Tudo isso, somado aos dados internos da empresa, permite traçar um “retrato” comportamental bastante preciso do indivíduo. Partindo dessa análise da pessoa (ou People Analyzing) é possível para o gestor de RH tomar decisões mais embasadas.

Além de reconhecer os melhores candidatos à contratação, promoção, realocação de setor ou engajamento em projetos, o People Analyzing permite identificar a estratégia correta para treinar, motivar e premiar colaboradores. Isso a torna uma das ferramentas mais poderosas na gestão de pessoas, segundo uma pesquisa publicada pela Deloitte, em 2018.

O mesmo tipo de análise pode ser feito usando KPIs com foco na saúde dos colaboradores. Comparando essas métricas com dados populacionais, o RH pode avaliar se há grupos de risco na empresa e se há necessidade de medidas como a adoção de um coaching preventivo.

A flexibilidade no trabalho pode ser mais saudável

Outra tendência de RH para 2020 é a flexibilidade de trabalho. A necessidade de confinar as pessoas em um espaço designado por um tempo determinado para que elas produzam pode deixar de ser o padrão no futuro. Os primeiros passos para essa transformação estão sendo dados agora.

Em algumas organizações, já existe a opção de trabalhar em home office durante alguns dias da semana. Ou horários de trabalho à escolha do colaborador, de modo que ele possa cumprir suas metas sem ficar preso no trânsito, por exemplo. Essas ações permitem que as pessoas se sintam livres e também mais valorizadas pela empresa.

Essa estratégia pode ser estendida aos treinamentos, que deixam de depender de um deslocamento para sala de aula e passam a ser acessados em diferentes plataformas de qualquer lugar. Longe de diminuir a produtividade, essas alternativas têm se mostrado extremamente eficazes e aumentam a satisfação do colaborador e sua qualidade de vida.

A flexibilização tornou-se possível graças ao uso dos smartphones e de plataformas capazes de integrar o trabalho das pessoas, mesmo que estejam em diferentes locais. A tecnologia entrou em nossa vida pessoal de modo irreversível, tornando-nos mais aptos a lidar com suas ferramentas no cotidiano. E as empresas podem se aproveitar dessas novas competências adquiridas por todos.

As soluções em nuvem e a intranet

Para se valer melhor de todos esses recursos, considere adotar outra tendência para 2020: as soluções em nuvem. A primeira dúvida que surge quando se fala em computação em nuvem é a segurança.

Com a escolha de um provedor de nuvem responsável, é possível não só substituir a estrutura física de TI como receber manutenção e atualização de produtos voltados para a sua empresa. São ferramentas elaboradas para terem uma interface amigável e, ao mesmo tempo, manterem seguros os dados que trafegam por elas.

Aliada às soluções em nuvem e à flexibilidade de trabalho, explore mais a intranet. Esse é um modo de se comunicar mais prontamente com seu público interno, tornar os processos mais claros e reforçar a cultura organizacional.

A atenção à saúde mental

Outra tendência em alta é dar importância a cada indivíduo. A atenção com os colaboradores deve ir muito além da adoção de estratégias específicas de motivação. As mudanças observadas no comportamento podem servir de alerta para problemas de saúde e outros.

Uma queixa comum das pessoas é de que a vida moderna trouxe a obrigação de “ser excelente” em todos os ambientes que transitamos, nos vários papéis que desempenhamos. Na empresa, perante os amigos, família e comunidade espera-se uma quase perfeição impossível.

A pressão exercida por essa expectativa, seja interna, seja externa, tem comprometido a saúde mental de muitas pessoas. Ansiedade e depressão fazem parte da vida de milhares e têm causado uma perda de produtividade que chamou atenção inclusive da Organização Mundial de Saúde.

Mas como você, profissional do RH, pode dar atenção à saúde mental dos colaboradores da sua empresa?

Algumas medidas diretas podem auxiliar essas pessoas. A adoção ou a manutenção de um plano de saúde é certamente um benefício que propicia segurança ao colaborador e à família dele.

Um ambiente de trabalho aberto e confortável como aquele proporcionado pela flexibilidade de trabalho é também um fator importante. Outra possibilidade é integrar a equipe com jogos e competições, estimulando a prática de esportes e uma vida mais saudável.

Porém, essas medidas tomadas isoladamente podem ser bem menos efetivas. O ideal é que sejam respaldadas por um programa completo de saúde mental. O acompanhamento constante de pessoas que já sofrem com depressão e ansiedade é fundamental para a melhora do quadro de saúde delas.

Qual é a principal tendência de RH para 2020?

Na verdade, o cuidado com a saúde dos colaboradores de modo integral deve ser visto pelas empresas como um investimento de grande retorno — ainda que os números que você tem agora possam dizer o contrário.

Realmente, o gasto com saúde é o segundo em volume nas empresas, perdendo apenas para a folha de pagamento. Contudo, uma boa gestão desses custos pode não somente enxugar as despesas como aumentar as receitas indiretamente por proporcionar mais saúde e bem-estar aos colaboradores.

Todas as tendências de RH citadas até aqui podem permitir uma melhor experiência de trabalho para os funcionários e torná-los mais motivados. E qualquer gestor de RH sabe que colaboradores felizes se empenham mais em obter resultados para empresa.

Se você quer saber mais sobre como escolher e implementar estratégias que vão impactar a saúde dos colaboradores e da sua empresa, assine a nossa newsletter!